quinta-feira, 11 de abril de 2013

A COR DA DEPRESSÃO (ciência e arte)


Numa relação entre as cores e a alegria, o Dr. Ludger Tebartz van Elst, da Universidade de Freiburg, na Alemanha, realizou pesquisa com dois grupos de 20 pessoas, sendo 50% diagnosticado com depressão e 50% sem o sintoma da doença. O estudo mostrou que pessoas depressivas são realmente menos sensíveis aos contrastes de cor e enxergam em tons de cinza, já que a doença causa uma alteração fisiológica na retina, cujo efeito é a perda de sensibilidade na visão, sendo este semelhante ao ato de diminuir o controle de contraste da televisão. Concluiu poder utilizar, no futuro, o teste de visão para medir os níveis de depressão em pacientes que apresentam sintomas da doença.  

FAÇA O TESTE CIENTÍFICO GD DA DEPRESSÃO

Vousse mieu ah mico. Vozê miua almiga.

Ki tah axanu qiu a vilda eh uma beuleuza Dilma gramdi xatisse, ki tudu dáu erradu sol pra vose, i purisso tal si sintinu meiu pra baixu, tipu capiongo, macambúzio, mazanza, sorumbático, espandongado...
  



















Obra: Luzes nas Farpas e Escarpas do Mundo, 80x60cm, Acrílica sobre Tela.

Si o primeru quadru vozce viu eli todu cinzel craru e çsynzal iscuru num si liga nuam, podi até ser quiu ocê tah bonzim da Silva, porqui fui o eu q paççei a fotu nu photu shopping.

Mais, avô ti dicer uma cousa, se vouzê auxa quiu sigundo quadru éu kiu tah coloridu de brancu craru i pretu escuru... 1 tah mau ein cumpadi ou cumadih...

Num éuh porkiu a viuda tem FARPA y ESCARPA, qiuh num vai teur LUZ tamém...  Jolga puera i dául má voltah pur Silma... Au au au vilda éuh xeia diu altu i baixu, foi açim ke na rouda gigamteuska mieu amiugu mancu mim insinuou... Logaritmo pêlo Quioto vezes u vi o linho, miau ah mico, ateu jaz sabiá touca sonda curiosa idade engraxada Dilma vi dá ser ira...

Vozê princesa ri maiz, veum filmi din coméudia, paussiá, voultru filmi dim comeldianti... Issu o segredu num sol prau saiu da deupressaum, mais diu touda vilda, pra dáu tuldu serto - eh riu di tudu, atéu dah proupria disgrassa... Adispois num mi a diuga kiu num aviuzei...

ENCARE: CARA A CARA, A VIDA MUITO A SÉRIO E RIA DE TUDO, INCLUSIVE MENTALMENTE, A TODO INSTANTE, PRINCIPALMENTE DA PRÓPRIA DOR... MAS, CUIDADO, SÓ NÃO PODE RIR DA DOR ALHEIA...

Afinal, tudo na vida tem um propósito maior e tudo faz sentido, como por exemplo, a última frase do penúltimo parágrafo em cor preta... Logo o ritmo, pelo que, outra vez, o violino, meu amigo, até eu já sabia tocar som da curiosidade engraçada de uma vida séria...

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O monólogo do artista passa a estabelecer diálogo com o público quando sua arte é comentada...